Quem sou?

Olá!


Hoje trago aqui um poema muito interessante escrito pela Roseana Murray. Ele foi publicado no livro Carteira de identidade da Ed. Lê





olhem:


Palavra Exata

para buscar a palavra
exata
a palavra-mapa,
a que me nomeia,
velejo numa barca
abstrata, precária.
O vento me envolve
e sopra a música
em meus ossos:
talvez eu seja 
essa canção
invertebrada,
esse sopro.


Beijos no coração e um ótimo ano recheado de poesia!








2 comentários :

  1. Ficou lindo o blog e lindo tb sempre é o que vc escreve...
    Sua fã: Genis

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo carinho Genis. Beijo no coração!

    ResponderExcluir

Vejo que gostastes de poemar com os pequenos! Volte mais vezes!

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos